Hardware – SóPJ

Hardware

Home / Suprimentos / Hardware

HARDWARE

Receba uma cotação grátis com o
melhor custo-benefício do mercado para a sua empresa.

Hardware


Aqui nesta seção vamos publicar artigos relevantes e de qualidade sobre hardware para empresas e tudo o que está relacionado a esse tema.    Saiba o que é e para que serve o hardware, os tipos de hardware, como escolher hardware para empresas, entre muitos outros assuntos. Para isso, acesse o Portal SOPJ e mantenha-se informado sobre as últimas tendências do mercado de hardware, com as melhores soluções para o seu negócio.   

O que é e para que serve o hardware

Hardware, basicamente, é a parte física do computador ou qualquer outro equipamento eletrônico que precise funcionar em um sistema. É a arquitetura, o conjunto de estruturas, com circuitos, placas de vídeo, memórias, processadores e chips, que precisam ser montados de uma forma lógica para que tudo funcione bem. É a parte que podemos tocar.   Não podemos limitar hardware apenas a computadores como os que usamos em casa. Esse é um termo que se refere também aos celulares, aos computadores mais complexos, como equipamentos industriais e hospitalares, e aos computadores disponíveis nos carros mais modernos, entre outros. Teclados, mouses, aparelhos de videogame, impressoras, câmeras, robôs, scanners, projetores de vídeos, fones de ouvido, cartões de memória, servidores e pen-drives são mais alguns exemplos. O hardware, em uma empresa, serve para organizar e otimizar os processos e isso, é claro, ajuda a garantir bons negócios. Fica difícil imaginar uma companhia que funcione sem qualquer equipamento hoje em dia, não é mesmo? Para funcionar, o hardware precisa do software. Cada tipo de hardware tem uma função, muitos deles atuam juntos. Antes de saber sobre os tipos de hardware mais comuns, entenda a diferença entre hardware e software.

Faça uma simulação grátis!

Diferença entre hardware e software

Provavelmente você já tenha se perguntado qual é a diferença entre hardware e software. Essa é uma dúvida muito comum, mas dá para começar a explicação dizendo que trata-se de um casamento presente em quase todo equipamento que estamos acostumados a usar. Um completa o outro.

O hardware, como foi dito, é o corpo da máquina, com suas placas de vídeo, processadores, chips e memórias. O software, por sua vez, consiste nos elementos não palpáveis que fazem a máquina funcionar, ou seja, são os programas do sistema. 

Software é a programação. É o conjunto de códigos que resultam em um sistema operacional, como o do dispositivo que você está lendo esse texto agora, por exemplo. Seja computador, celular ou tablet, você só pode ler esse texto porque temos o casamento do hardware com o software.

O software é ativado no momento em que você liga o hardware. Podemos dizer, no entanto, que o hardware é o corpo e o software é a “mente” da máquina. A maioria dos eletrônicos digitais mais triviais vem com as configurações básicas de fábrica. Isso não impede que, depois, os equipamentos sejam incrementados com novos programas (software) e até com uma placa de memória (hardware) mais potente.

Agora que você já sabe a diferença entre hardware e software, vamos compreender um pouco mais sobre os tipos de hardware, todos muito úteis para qualquer tipo de empresa.

Tipos de hardware

Quando falamos de hardware, podemos considerar que existem os internos e os externos (periféricos). Quanto melhor for a capacidade de comunicação entre os tipos de hardware, mais rápida é considerada a máquina.

Confira os tipos:

Hardware de entrada

Hardware de entrada é todo dispositivo que permite que o usuário estabeleça um tipo de comunicação com um computador, por exemplo. A comunicação, nesse caso, se dá de fora para dentro da máquina. Exemplos: teclado, mouse, câmera, microfone, scanner e JoySticks.  

Hardware de saída

Hardware de saída é todo dispositivo que permite também a comunicação do usuário com um computador, mas, ao contrário do que ocorre com o hardware de entrada, a comunicação se dá de dentro da máquina para fora. Exemplos: impressoras, monitores, projetores de vídeo, caixas de som e fone de ouvido.

Um dos principais hardwares de saída é o monitor. É por ele que os usuários conseguem visualizar as respostas do sistema. Os principais modelos encontrados no mercado são LCD, CRT, plasma e OLED. Os mais modernos tendem a ocupar menos espaço. Considere uma alternativa que seja mais confortável ao trabalhador, que vai passar muito tempo olhando para a tela. Além disso, coloque na balança o gasto de energia, o custo do aparelho como um todo e a questão da limpeza na hora de escolher o melhor para o negócio. O cuidado na hora de limpar no dia a dia é super importante para preservar os equipamentos por mais tempo. 

Hardware de entrada e saída

Tem também o hardware de entrada e saída. Esses dispositivos permitem que a comunicação seja estabelecida nos dois sentidos, de fora para dentro do computador e de dentro do computador para fora. Exemplos: placas de rede, modem, bluetooth e touch screen.   

Hardware de processamento e armazenamento

Hardware de processamento é o cérebro do computador. É ali no processador que se concentram todas as informações dos comandos enviados pelo usuário através dos outros tipos de hardwares com a ajuda dos softwares. O processador é o responsável por organizar todas as informações de uma máquina.

Hardware de armazenamento pode ser interno ou externo. Esses tipos armazenam as informações dentro ou fora de um computador. Exemplos: servidor, pen-drive, CD, HD interno, HD externo, cartão de memória e memória RAM.

Um computador, por exemplo, também tem a placa-mãe, que é onde todos os hardwares estão conectados, inclusive o processador. Sem ela, nada funciona.

Fato é que se você quer informatizar a sua empresa pode precisar de uma série de hardwares, que não necessariamente estão citados aqui neste artigo. A tecnologia tem uma série de possibilidades, que podem ser adaptadas às necessidades de cada tipo de negócio.

Dependendo da empresa, a informatização pode ser muito mais simples do que se pensa e ela ajuda desde uma simples loja de rua até, é claro, os negócios que vivem da tecnologia, como um e-commerce.

Uma loja virtual, seja qual for o segmento, pode precisar investir mais, inclusive pelo formato de negócio. Vale considerar, por outro lado, que esse é o exemplo de uma empresa que funciona no ambiente on-line e que não tem muitos dos gastos de uma loja física.

Como escolher hardware para empresas

Chegou a hora de informatizar o seu negócio, mas, por onde começar? Como escolher hardware para empresas? Veja algumas recomendações gerais a seguir:

Qual é o perfil da sua empresa?

Os equipamentos tecnológicos e a informatização empresarial são fundamentais para que um negócio funcione com mais agilidade e segurança. A tecnologia também se faz importante para controlar entradas e saídas, por exemplo, e também para manter um controle financeiro eficiente.

Funções não faltam e tudo pode ser personalizado de acordo com a necessidade da empresa. Por exemplo, nem todas precisam investir em um servidor próprio, mas dependendo do perfil e do tipo de negócio esse pode ser um investimento inevitável. Porém, são muitos modelos de servidores.

Um funcionário pode precisar de um computador mais potente que o outro ou, ao invés de duas impressoras, talvez você precise de três. Antes de mais nada, tenha bem delineado o perfil da empresa e as necessidades. Coloque tudo no papel.  

Notebook ou desktop: qual o melhor para empresa?

A escolha entre notebook ou desktop gera muitas dúvidas entre os empresários. A verdade é que tudo vai depender do perfil da empresa e de como os equipamentos serão utilizados. Optar pelo notebook facilita na questão da mobilidade e do espaço reduzido, ou seja, os funcionários poderão se locomover com mais tranquilidade e até usar o computador da empresa para trabalhar em casa, se for o caso.

Se a empresa não tem esse tipo de necessidade e também tem espaço suficiente, pode optar pelo desktop. Uma vantagem interessante de usar o computador de mesa é que a manutenção pode ser mais em conta. Os custos dos equipamentos variam. Tudo depende da configuração escolhida para o desempenho de um determinado trabalho. Existem opções excelentes e com a mesma capacidade, seja notebook ou desktop. Avalie.

Cuidado: o barato demais pode sair caro no futuro

Não saia comprando equipamentos a preços muito baixos nem os caros demais. Pesquise, pondere e negocie. Qualquer máquina que a sua empresa precise e que seja barata demais pode ser a responsável pelos maiores gastos de manutenção no futuro. Já pensou ter que comprar outra em um curto período de tempo por causa dessa precipitação? Evite esse tipo de prejuízo.

Além disso, com planejamento é possível conseguir bons negócios, especialmente se for o caso de comprar várias máquinas de um mesmo fornecedor. Geralmente, bons descontos são possíveis.  

Converse com especialistas do ramo

Uma dica imprescindível é buscar por quem entende e conversar com profissionais capacitados para expor a situação da empresa. Eles estão sempre atualizados com o melhor do mercado e vão poder indicar opções, com bom custo benefício. Hoje em dia, existem muitas empresas especializadas em informatização de outros negócios.

A experiência faz a diferença e pode ajudar a investir com mais segurança, evitando perdas financeiras. Afinal, tecnologia não custa pouco e é necessidade básica. Melhor não errar, não é?

Vamos pensar nisso juntos? Você está no lugar certo. O Portal SOPJ pode ajudar a sua empresa a encontrar as melhores soluções profissionais em hardware, com o melhor custo-benefício, além de qualidade. Preencha já o formulário e aguarde o contato de um de nossos parceiros o mais breve possível.

Faça uma simulação grátis!

Como funciona?


É Rápido e fácil

Web analytics is the measurement, collection,
analysis and reporting of web data for purpose
of under standing and optimizing

Prático e objetivo

Web analytics is the measurement, collection,
analysis and reporting of web data for purpose
of under standing and optimizing

Confiável e de Qualidade

Web analytics is the measurement, collection,
analysis and reporting of web data for purpose
of under standing and optimizing

Últimos Posts


12 Jan, 2018

Entenda a importância da seleção de fornecedores para sua empresa

Os fornecedores são personagens muito importantes na estrutura de qualquer empresa...

Outros   •   Saiba Mais

11 Set, 2017

5 dicas para escolher o melhor plano de celular empresarial

Será que poderia ser mais vantajoso para os seus negócios que os funcionários tivessem um celular corporativo à disposição? Em muitos casos, essa é uma alternativa interessante e econômica quando comparada a outras formas de oferecer o mesmo benefício.

Plano de Celular   •   Saiba Mais

05 Jun, 2017

Como montar uma empresa? Um guia de serviços para você

Você acabou de abrir uma empresa e agora precisa de ajuda com a contratação de prestação de serviços? Esse artigo é para você que busca justamente um guia de serviços básico sobre como montar uma empresa.

Outros  •   Saiba Mais

12 Jan, 2017

Ticket ou Sodexo: qual é a melhor opção?

Oferecer vale-refeição ou vale-alimentação para os funcionários como vantagens pode ser uma forma interessante de conquistar e reter bons talentos, esses fazem parte dos benefícios opcionais, ou seja, aqueles que não são obrigatórios por lei, mas que podem ser diferenciais competitivos para sua empresa.

Benefícios   •   Saiba Mais