Google Ads – SóPJ

Google Ads

Home / Publicidade / Google Ads

GOOGLE ADS

Receba uma cotação grátis com o
melhor custo-benefício do mercado para a sua empresa.

Google Ads


Aqui nesta categoria você vai ver artigos sobre Google Ads. Os textos são dedicados a mostrar a importância de trabalhar com campanha de Google Adwords e dos benefícios desse tipo de investimento para sua empresa.

O buscador do Google é o mais acessado do mundo. Dados de 2014, demonstrados em evento da empresa, trazem nada menos do que cerca de 3,3 bilhões de buscas feitas por dia em todo o mundo. Certamente, hoje esse número é ainda maior.

Não há dúvida de que investir em publicidade com tanta gente conectada pode ser uma boa opção de para os seus negócios. Procurar uma empresa que entenda do assunto pode ser a melhor forma de fazer o investimento certo e não errar na hora de aplicar o dinheiro no Google Ads.

Por isso, continue acompanhando o nosso site e esteja sempre informado sobre as tendências e vantagens desse mercado.

O que é Google Ads

Quer saber mais um pouco sobre o que é o Google Ads? Basicamente, é a plataforma de mídia paga do Google. Empresas que pagam por campanhas têm seus anúncios exibidos como links patrocinados sempre que uma busca é realizada, pelo computador e pelo celular.

O comportamento das buscas feitas por smartphones, aliás, vêm ganhando cada vez mais a atenção do Google, que traz sempre atualizações a fim de melhorar a experiência do usuário pelos dispositivos móveis.

Quem aparece primeiro, tende a ganhar mais cliques. Nos resultados de qualquer busca feita, aparecem, primeiramente, até quatro anúncios acima dos resultados orgânicos. Uma etiqueta com a palavra “Anúncio” é que diferencia o link patrocinado do orgânico, mas esse tipo de anúncio é apenas uma das possibilidades dessa ferramenta.

Agora que você já sabe o que é o Google Ads, continue a leitura e se aprofunde um pouco mais no assunto.

Faça uma simulação grátis!

Facebook Ads versus Google Ads

Facebook Ads versus Google Ads: qual é a melhor alternativa para a sua empresa? Essas são duas ferramentas importantes para trabalhar ações de marketing digital. De fato, elas são diferentes e podem ser complementares. De acordo com os objetivos de cada empresa, profissionais qualificados podem ajudar a encontrar a melhor forma de investir dividindo o orçamento de forma estratégica.

Com o Google Ads, a ideia é atingir o consumidor no momento em que ele está procurando por um produto, serviço, dúvida e/ou necessidade. Esse é o tipo de cliente que já está mais próximo da compra.

No caso no Facebook Ads, à medida que a empresa entende o seu público-alvo, a ideia é mostrar para um possível comprador que ele pode precisar daquele produto ou serviço e, muitas vezes, nem sabe. Se ele não sabe, não vai pesquisar no Google e, no entanto, não vai ser atingido pelo investimento feito em Google Ads.

Além de ter maior poder de segmentação do público-alvo, a rede social também é um excelente espaço para trabalhar o conteúdo de forma a estreitar um relacionamento com aquele cliente. Mesmo que a intenção de compra não seja imediata, quando ela existir, as chances da marca ser lembrada por aquele que acompanha as atualizações no Facebook são maiores.

Vale ressaltar que entender quem são as personas a serem atingidas pela campanha também é fundamental quando se fala em Google Ads. A diferença é que o Facebook consegue fazer essa segmentação de maneira mais detalhada e, dependendo do caso, pode ser melhor investir um pouco mais na rede social e um pouco menos nos links patrocinados do Google.


Google Ads vale a pena?

Que o Google Ads vale a pena, não há dúvida. Tanto que esse é um dos produtos mais rentáveis para o Google. Confira bons motivos para estudar essa possibilidade para sua empresa:

Número 1 no mundo

O Google é o maior buscador do mundo. Esse já é um fator e tanto quando se trata de publicidade, afinal uma marca precisa estar onde seu consumidor está.

Controle de orçamento

A plataforma permite que se tenha total controle do investimento. É possível estipular um valor mensal, diário ou por campanha. O Google Ads pode cobrar a cada clique que o anúncio receber (CPC), a cada mil impressões (CPM) ou quando houver conversão no site. Dessa maneira, vale pontuar também que os resultados são todos mensuráveis. Olhando os números disponibilizados pelo AdWords, que mostram a performance de cada anúncio, dá para ter ideia do Retorno sobre o Investimento (ROI) e planejar os próximos passos, aumentando o lance naquele anúncio que rendeu mais, por exemplo.

Comece com pouco e vá aumentando, de preferência com a consultoria de um profissional capacitado, que vai ajudar a fazer as melhores escolhas.

Segmentação

Mostrar um anúncio para quem não tem interesse naquele momento pode não funcionar ou simplesmente despertar o interesse e até a necessidade naquele consumidor. Mas, quando esse anúncio chega para quem procura, a chance da sua empresa vender é maior, o caminho é mais curto, certo?

Outro motivo que mostra que o Google Ads vale a pena é a segmentação, sem contar que os anúncios tendem a aparecer nos momentos em que o interesse das pessoas é maior. Essa segmentação é feita pela palavra-chave, pelo público-alvo e ainda por fatores como idioma, local, idade, canais mais interessantes para exibição, melhores dias, horários e frequência e até os tipos de dispositivos relevantes.

Pode ser que para a sua empresa anúncios que apareçam mais para buscas feitas em smartphones e tablets sejam mais assertivos.

Tipos de campanha

Além da rede de pesquisa, os anúncios podem ser exibidos em forma de banners e vídeos, em áreas especiais e de visibilidade em sites que têm parceria com o Google. Afinal, quais são os tipos de campanha possíveis de serem feitos no Google Ads?

Conheça com mais detalhes:

Rede de Display

A Rede de Display é formada por uma rede de afiliados ao Google que exibem os anúncios nos seus sites. Ao optar por esse tipo de campanha, a publicidade pode ser feita em forma de texto e também de vídeos, banners interativos e banners gráficos.

A variedade faz com que essa seja uma alternativa interessante para uma série de objetivos de campanha. Sem contar que dá para selecionar os sites parceiros que sejam de maior interesse para veicular o anúncio.

Rede de Pesquisa e Rede de Pesquisa com exibição em Display

Esse é o tipo de campanha mais popular do Google Ads. Ao escolher trabalhar com rede de pesquisa, os links patrocinados vão aparecer na página de retorno da busca que o usuário faz a partir de palavras-chave. Se a proposta da campanha for gerar mais tráfego para o site, vendas e gerar leads, a rede de pesquisa pode ser uma boa alternativa de investimento.

Tem também a variante Rede de Pesquisa com exibição na Rede de Display. O que muda é que os anúncios, compostos de texto e link, podem aparecer nos sites e blogs afiliados ao Google, além da página de resultado de busca tradicional.

Google Shopping

Já reparou na aba Shopping que tem na parte superior da tela quando você faz uma pesquisa no Google? O Google Shopping é um dos tipos de campanha muito usado por empresas de e-commerce.

Se a palavra-chave buscada for diretamente pelo produto, por exemplo, geralmente, os itens do Google Shopping já aparecem no resultado de busca, sem a necessidade de clicar na aba Shopping.

Esse é um anúncio que tem foto, título, preço, link e algumas informações da empresa. Outro ponto positivo é que esse é um espaço que faz filtros por preço e pontuação dos clientes sobre os produtos. Se você tem preços competitivos e quer conversão, pode ser uma boa.

Vídeos no YouTube

Outro dos tipos de campanha é esse com vídeos veiculados no YouTube, plataforma de vídeos que também é do Google.

Fazer anúncio com vídeo no Google Ads pode ser interessante para quem quer melhorar o posicionamento de marca da empresa ou para gerar conversão. Mesmo que a conversão custe um pouco mais, por exemplo, em comparação com os outros tipos de campanha, pode ser uma boa nos casos que incluírem uma campanha de remarketing. Em seguida, vamos explicar mais sobre isso. Agora confira as possibilidades para anúncio em vídeo:

- In-Stream é aquele anúncio de 30 segundos que aparece antes ou depois de cada vídeo. Depois de 5 segundos, aparece o botão “Pular Anúncio”.

- Apesar de não ser vídeo, neste caso o banner aparece em cima do vídeo, na parte inferior, ou em qualquer espaço na página de veiculação.

- Já o TrueView é aquele que aparece quando o usuário faz uma pesquisa no YouTube usando uma palavra-chave. Se a busca tiver alguma relação com o seu anúncio, ele vai aparecer na lista de retorno na rede de Display.

O que achou dos tipos de campanha disponíveis no Google Ads? Certamente, ao consultar um profissional da área, você vai identificar o melhor para sua empresa.

O que é remarketing?

Quer saber o que é remarketing? Esse termo que citamos ali acima certamente você já viu na prática. É simples: o usuário abriu a internet para fazer uma busca sobre determinando produto ou serviço. Demonstrou interesse, mas não concluiu a compra.

Em seguida, aparecem novos anúncios sobre o produto ou serviço em todos os outros sites em que ele navega. Isso é remarketing. Esses usuários podem ver os anúncios em sites afiliados ao Google e que integram a Rede de Display ou quando fazem novas pesquisas por termos relacionados.

Como fazer campanha no AdWords

Afinal, como fazer uma campanha no AdWords? Juntando todas essas informações de forma inteligente e integrada com um pouco de técnica, não tem erro.

É claro que a receita não é exata. É importante fazer um estudo caso a caso e adotar as melhores práticas para atingir objetivos previamente determinados.

O primeiro passo é abrir a conta e definir as informações de faturamento. Feito isso, é hora de escolher o tipo de campanha e suas configurações como: dispositivos, segmentação de local, idiomas e lances.

Aí, é preciso configurar grupos de anúncio. Dentro deles, estarão os anúncios e, é claro, as palavras-chave. Elas devem ser bem selecionadas, de acordo com a estratégia porque é por elas que os anúncios serão elaborados.

Não basta saber como fazer uma campanha no AdWords sem acompanhar os resultados. A última configuração, e não menos importante, é a do Relatório para que seja possível conferir as métricas e números.

Existem vários tipos de relatório disponíveis na plataforma, tudo vai depender do objetivo de cada campanha. Se você já sabe quais são as prioridades da sua empresa, converse com quem entende desse assunto e procure o melhor para obter bons resultados no seu negócio.

Sua empresa pode lucrar mais usando o Google Ads de forma estratégica, sabia? Se você não tem ideia de como começar, conheça as opções do Portal SOPJ para ajudar você a fechar mais negócios com essa ferramenta de Marketing Digital. Preencha o formulário e aguarde o contato de um de nossos parceiros.

Faça uma simulação grátis!

Como funciona?


É Rápido e fácil

Web analytics is the measurement, collection,
analysis and reporting of web data for purpose
of under standing and optimizing

Prático e objetivo

Web analytics is the measurement, collection,
analysis and reporting of web data for purpose
of under standing and optimizing

Confiável e de Qualidade

Web analytics is the measurement, collection,
analysis and reporting of web data for purpose
of under standing and optimizing

Últimos Posts


12 Jan, 2018

Entenda a importância da seleção de fornecedores para sua empresa

Os fornecedores são personagens muito importantes na estrutura de qualquer empresa...

Outros   •   Saiba Mais

11 Set, 2017

5 dicas para escolher o melhor plano de celular empresarial

Será que poderia ser mais vantajoso para os seus negócios que os funcionários tivessem um celular corporativo à disposição? Em muitos casos, essa é uma alternativa interessante e econômica quando comparada a outras formas de oferecer o mesmo benefício.

Plano de Celular   •   Saiba Mais

05 Jun, 2017

Como montar uma empresa? Um guia de serviços para você

Você acabou de abrir uma empresa e agora precisa de ajuda com a contratação de prestação de serviços? Esse artigo é para você que busca justamente um guia de serviços básico sobre como montar uma empresa.

Outros  •   Saiba Mais

12 Jan, 2017

Ticket ou Sodexo: qual é a melhor opção?

Oferecer vale-refeição ou vale-alimentação para os funcionários como vantagens pode ser uma forma interessante de conquistar e reter bons talentos, esses fazem parte dos benefícios opcionais, ou seja, aqueles que não são obrigatórios por lei, mas que podem ser diferenciais competitivos para sua empresa.

Benefícios   •   Saiba Mais