Capital de giro – SóPJ

Capital de giro

Home / Serviços Financeiros / Capital de giro

CAPITAL DE GIRO

Receba uma cotação grátis com o
melhor custo-benefício do mercado para a sua empresa.

Capital de giro


Aqui nesta categoria você vai ver artigos sobre capital de giro. Vamos publicar informações sobre todos os desdobramentos desse assunto, voltados ao universo corporativo.     

Confira o que é e para que serve o capital de giro, a importância do capital de giro para empresas, dicas de gestão de capital de giro e muito mais.

Acesse o Portal SOPJ e fique sempre atualizado sobre o que há de mais recente sobre o assunto.    

O que é capital de giro e para que serve

Capital de giro é o montante financeiro necessário para manter uma empresa em funcionamento. Também chamado de capital de trabalho, esse dinheiro vai servir para manter estoques, pagar fornecedores, impostos, salários de funcionários, para custear as vendas a prazo até receber dos clientes, entre outras despesas que sustentam a engrenagem de uma empresa.

O capital de giro, basicamente, é o dinheiro responsável pelas contas e pelo movimento financeiro de um negócio e é parte fundamental para que uma empresa alcance o lucro. Vale ressaltar também que é preciso uma gestão eficiente. Isso significa que só ter o dinheiro na mão não adianta. Fazer bom uso dele de forma estratégica é que vai manter a saúde da empresa.

Vamos falar com mais detalhes sobre gestão de capital de giro mais adiante. Agora, entenda melhor a importância do capital de giro para empresas.   

Faça uma simulação grátis!

A importância do capital de giro para empresas

Toda empresa precisa de um plano de negócios ou plano empresarial. É a partir daí que vamos começar a explicar sobre a importância do capital de giro para empresas. Esse é um documento em que ficam descritas as características assim como os passos e os objetivos de um negócio. Mesmo que haja alguma pequena alteração no caminho, o que é normal, a empresa e seus investidores conseguem reduzir os riscos e conferir mais longevidade para o negócio. 

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), 60% dos negócios encerram as atividades antes de completarem o primeiro ano de vida. É claro que há uma série de fatores que contribuem com isso, mas o principal deles, segundo essa pesquisa, é a falta de conhecimento administrativo.

Para conduzir uma empresa, especialmente no início, é importante saber administrar. O capital de trabalho é só uma parte do todo. Com um plano de negócios bem estruturado, tudo precisa funcionar bem, inclusive os recursos financeiros. Na hora de montar plano financeiro, o empreendedor precisa saber o quanto deve investir para começar a empresa, com estimativas de custos iniciais, despesas, receitas, capital de giro, fluxo de caixa e de lucro.

Na fase inicial de uma empresa, todo cuidado é válido para não cair naquela estatística do Sebrae que citamos há pouco. Nessa etapa, ainda não há lucro, ou seja, tudo o que entrar vai servir para pagar o que foi investido pelo empreendedor. Administrar bem o capital de giro significa gerir o dinheiro que vai ajudar a manter a liquidez dos recursos assim como os custos imprevistos e até uma possível expansão. Um capital de giro bem administrado ajuda a empresa saber o melhor momento para fazer compras e os prazos que ela pode assumir.

Uma boa dica é fazer essa reserva nos bons momentos, quando o dinheiro estiver entrando. Vale lembrar que é sempre bom ter um pouquinho mais, aquela margem de segurança. Assim, você sempre terá ao que recorrer na hora do aperto. Operar com um capital de giro baixo é mais arriscado e pode deixar a empresa despreparada frente aos imprevistos que podem surgir.

Se você busca saúde financeira para sua empresa funcionar bem no longo prazo, o cálculo inicial e também a manutenção do capital de giro são imprescindíveis.

Entenda a seguir qual é a diferença entre capital de giro e fluxo de caixa, uma dúvida comum na hora de montar o plano financeiro de negócios. 

Diferença entre capital de giro e fluxo de caixa

Como já foi dito, capital de giro é dinheiro reservado para manter a empresa funcionando e serve para impostos e despesas operacionais, inclusive imprevistos.

O fluxo de caixa é o volume de receitas e de despesas da empresa em um determinado período. A companhia gasta e também recebe em um mês de trabalho, certo? O controle de entradas e saídas de dinheiro é o fluxo de caixa. 

Se a empresa gastou mais do que recebeu no mês de agosto, por exemplo, significa que teve um fluxo de caixa negativo neste mês. Se ela recebeu mais do que gastou, o fluxo de caixa é positivo.

São diferentes, mas complementares dentro de um planejamento financeiro empresarial. Veja também o que é investimento fixo:

Investimento fixo

Outro item do plano de negócios que gera dúvida com relação ao capital de giro é o investimento fixo.

Assim como o fluxo de caixa, o investimento fixo pode ser considerado um complemento ao capital de giro dentro de um plano financeiro. Consiste em saber o valor necessário para investir em máquinas, equipamentos e móveis, entre outros recursos para que o negócio comece a funcionar. Estimar o investimento fixo e os detalhes de como o dinheiro foi ou será utilizado é ter também documentado o patrimônio da sua empresa.

Antes de falar sobre gestão de capital de giro, veja como calcular capital de giro:

Como calcular capital de giro

Para fazer o cálculo do capital de giro líquido (CGL), uma das formas é a seguinte:

CGL = Ativo Circulante (AC) - Passivo Circulante (PC)

Ativo Circulante (AC): considera-se aqui os recursos financeiros disponíveis em caixa, nas contas e aplicações bancárias e contas a receber (vendas a prazo), entre outros. O caixa e os recursos bancários são mais importantes porque eles estão disponíveis para a empresa mais rapidamente.

Como falamos de vendas a prazo, vale ressaltar que quanto maior for o valor e o prazo dado ao consumidor para pagar, mais a empresa arca com os custos enquanto o dinheiro não entra no caixa.

Passivo Circulante (PC): aqui ficam as despesas fixas previsíveis, como aluguéis, empréstimos, contas de consumo, salários de funcionários, impostos, pagamentos de fornecedores, entre outros.

Capital de Giro Líquido (CGL): o resultado é o valor dos recursos disponíveis. Quanto maior for o capital de giro líquido, maior a capacidade da empresa em cumprir seus compromissos e fazer novos investimentos. O capital de giro ideal depende do tipo de negócio, mas pode-se considerar um valor razoável se ele suportar 6 meses de despesas fixas mais o estoque, até que o negócio comece a dar resultados e gerar lucro.

Capital de Giro Positivo e Capital de Giro Negativo

Capital de giro positivo é quando o valor do ativo circulante (AC) é maior do que o do passivo circulante (PC). Essa é uma situação mais comum e permite que o administrador tenha mais segurança. Já o capital de giro negativo, que é quando o valor do ativo circulante (AC) é menor que o do passivo circulante (PC), é mais difícil de ocorrer. Neste caso, vale uma atenção especial de gestão, é uma situação mais arriscada e pode trazer consequências sérias ao negócio e sua saúde financeira.

Agora você já sabe como calcular capital de giro. Vamos à gestão desse resultado:

Gestão de capital de giro

Tão importante quanto ter dinheiro para investir é cuidar bem dele e isso inclui a gestão de capital de giro, que é só uma parte do recursos financeiros de uma empresa. Dependendo do tipo de negócio, é preciso ter estoque e isso custa. Permitir vendas a prazo também é importante e ajuda a vender mais e fazer o estoque girar, mas custa.

Confira agora algumas dicas de gestão de capital de giro para a sua empresa:

- Controle o fluxo de caixa. Ao registrar a entrada de uma compra a prazo, por exemplo, considere só uma parcela a cada mês. Se der entrada no valor total, a empresa está considerando um dinheiro em caixa que ela nem recebeu;

- Tem dinheiro do capital de giro sobrando no caixa? Invista em alguma aplicação financeira que forneça um bom rendimento e liquidez;

- Revise os custos com frequência. Isso permite identificar e corrigir falhas na empresa que podem causar impacto nos lucros;

- Melhore condições e prazos de pagamento com seus fornecedores;

- Adote prazos mais curtos para os clientes que fazem compras parceladas. Assim, a empresa terá mais dinheiro no caixa em menos tempo. Além disso, pode ser mais fácil de administrar;

- Renegocie dívidas ativas da empresa e evite empréstimos. As taxas de juros também consomem o capital de giro. Se for a única saída, faça as contas;

- Tenha controle do estoque. Acompanhe e analise melhor as vendas. Evite compras frequentes de itens que têm pouca saída;

- Calcule os preços dos produtos corretamente e preste atenção aos praticados pelo mercado. Se muito baixos, o dinheiro pode começar a faltar. Se muito altos, há perda nas vendas e mais riscos de não conseguir pagar as contas em dia;

- Cuide dos clientes inadimplentes e estabeleça regras. Um cliente que não paga em dia pode trazer prejuízos e atrasar os pagamentos que a empresa precisa cumprir.

Necessidade de Capital de Giro (NCG): o que significa?

A Necessidade de Capital de Giro (NCG) é um indicador que mostra se a empresa precisa ou não de mais capital de trabalho. O resultado do indicador mostra para o empreendedor se ele deve buscar mais recursos para manter a empresa funcionando e também aponta se esses recursos podem ser obtidos internamente, com adoção de novas estratégias de negócios, ou se é necessário um financiamento, por exemplo.

Como calcular NCG de uma empresa

A forma mais simples de calcular a NCG é a que considera o Balanço Patrimonial da empresa. A fórmula é a seguinte:

NCG = Valor das contas a receber + valor em estoque – valor das contas a pagar

Contas a receber: valores que serão pagos pelos clientes (compras a prazo/parceladas).

Estoque: valores investidos em produtos de estoque, que serão vendidos pelo negócio.

Contas a pagar: contas que serão pagas aos fornecedores, impostos, empréstimos, despesas de consumo, entre outras.

Se o resultado dessa conta for negativo, é recomendado buscar ajuda externa para complementar o valor de capital de giro disponível.  

O que achou deste artigo? Sua empresa precisa de capital de giro? Fale com quem entende. O Portal SOPJ pode ajudar, indicando soluções com excelente custo-benefício. Preencha o formulário aqui e aguarde o contato de um de nossos parceiros o mais breve possível.

Faça uma simulação grátis!

Como funciona?


É Rápido e fácil

Web analytics is the measurement, collection,
analysis and reporting of web data for purpose
of under standing and optimizing

Prático e objetivo

Web analytics is the measurement, collection,
analysis and reporting of web data for purpose
of under standing and optimizing

Confiável e de Qualidade

Web analytics is the measurement, collection,
analysis and reporting of web data for purpose
of under standing and optimizing

Últimos Posts


12 Jan, 2018

Entenda a importância da seleção de fornecedores para sua empresa

Os fornecedores são personagens muito importantes na estrutura de qualquer empresa...

Outros   •   Saiba Mais

11 Set, 2017

5 dicas para escolher o melhor plano de celular empresarial

Será que poderia ser mais vantajoso para os seus negócios que os funcionários tivessem um celular corporativo à disposição? Em muitos casos, essa é uma alternativa interessante e econômica quando comparada a outras formas de oferecer o mesmo benefício.

Plano de Celular   •   Saiba Mais

05 Jun, 2017

Como montar uma empresa? Um guia de serviços para você

Você acabou de abrir uma empresa e agora precisa de ajuda com a contratação de prestação de serviços? Esse artigo é para você que busca justamente um guia de serviços básico sobre como montar uma empresa.

Outros  •   Saiba Mais

12 Jan, 2017

Ticket ou Sodexo: qual é a melhor opção?

Oferecer vale-refeição ou vale-alimentação para os funcionários como vantagens pode ser uma forma interessante de conquistar e reter bons talentos, esses fazem parte dos benefícios opcionais, ou seja, aqueles que não são obrigatórios por lei, mas que podem ser diferenciais competitivos para sua empresa.

Benefícios   •   Saiba Mais